13 comentários:
De Anónimo a 26 de Julho de 2005 às 00:39
É verdadeiramente bom sentirmo-nos assim, é divino.
Aconselho-te um bom livro para te sentires mais vezes assim. Profecia Celestina, e depois se gostares desse tenho outro... Beijinhos Jix
(http://www.jixmat.blog.pt)
(mailto:)
De Anónimo a 25 de Julho de 2005 às 09:57
A felicidade não é um todo... é feita desses pequenos momentos onde tudo está como nós gostamos. Ainda bem que o aproveitaste.AnaBond
(http://anabond.blogspot.com)
(mailto:maecoruja@gmail.com)
De Anónimo a 23 de Julho de 2005 às 08:24
Gostei da tua aventura, e com a descrição também senti felicidade... foi engraçado....
PDivulg
(http://lacosazuis.blogs.sapo.pt)
(mailto:pdivulg@sapo.pt)
De Anónimo a 22 de Julho de 2005 às 17:00
Momentos desses são absolutamente fantásticos, pena que não aconteçam tantas vezes como gostariamos ;) Mas ficam sempre as sensações e a leveza deixada em nós, pra recordar. Beijinhos *Milocas
(http://pipokinhacomsal.blogs.sapo.pt)
(mailto:amoraselvagem@sapo.pt)
De Anónimo a 22 de Julho de 2005 às 14:52
Oi!
Como eu adoro esses momentos! Sabes a música ajuda imenso. Transporta-nos para um nível superior, começamos a sentir-nos mais leves, a cabeça "desocupada". Começamos a sentir uma felicidade imensa e entramos em extase. É tão bom!

Que tenhas muitos momentos assim!

JinhosMamã Babada
(http://pequenaestrela.blogspot.com)
(mailto:andreia_moreira@sapo.pt)
De Anónimo a 22 de Julho de 2005 às 14:36
Sandy, tens toda a razão! Não costumo ter o pé muito pesado... naquele momento apenas acelerei um pouco mais pois vinha de uma estrada com fila e nesta nem carros havia, mas não ia a uma grande velocidade. Normalmente sou cuidadosa. Espero que ninguém se tenha magoado gravemente no acidente... enquanto for só chapa...Ritisabel
(http://pegadasnaareia.blogs.sapo.pt)
(mailto:ritalexandre@hotmail.com)
De Anónimo a 22 de Julho de 2005 às 13:27
"Maybe tomorrow, the good Lord will take you away" - temos mesmo que acreditar nestas palavras, pois nunca se sabe o dia de amanhã. O teu "post" fez-me lembrar um acidente que sofri e provoquei faz hoje duas semanas, na autoestrada. Também como tu gosto de velocidade, música alta, cabelo ao vento... Mas nesse dia, ia-me custando tudo o que tenho de mais preciosa neste mundo. Devemos aproveitar a vida sim, mas cuidado com o pé pesado... Beijokas. ;-)Sandy
(http:/irisgermanica.blogs.sapo.pt)
(mailto:sandrineb.sousa@sapo.pt)
De Anónimo a 22 de Julho de 2005 às 13:19
Olá. Às vezes é preciso tão pouco para nos sentirmos felizes. É uma sensação que eu adoro. Quando estou aborrecida costumo fazer isso, é como se os problemas voassem com o vento. Obrigada por ajudares na divulgação dos nossos amigos de 4 patas. Bjs Bia
(http://protectoresanimais.blogs.sapo.pt)
(mailto:apaa_caldas@sapo.pt)
De Anónimo a 22 de Julho de 2005 às 11:35
rita na ligues porque isto hoje tá a dar para a parvalheira......na tá fácil...mesmo nada.
Gostei da tua descrição...principalmente dos cabelos ao vento....
Isto porque um desejo que tenho é correr no meio do campo com os cabelos ao vento....coisas de gente doida...mas enfim gostava muito.
Bejokaaaaaaasol13
(http://sol13.blogs.sapo.pt)
(mailto:sfiao@iol.pt)
De Anónimo a 22 de Julho de 2005 às 11:33
Beeeem, tu hoje tás do contra! Ai, tás tás... Bjoca.Ritisabel
(http://pegadasnaareia.blogs.sapo.pt)
(mailto:ritalexandre@hotmail.com)

Comentar post