Domingo, 31 de Julho de 2005

SELVA URBANA...

"Basta andar uma tarde às voltas por Lisboa para se ficar doido....

O melhor exemplo que o trânsito transtorna irremediavelmente a saúde mental dos portugueses é essa famigerada raça que amaldiçoamos o ano inteiro, excepto nos dias em que o carro foi parar à revisão, ou um pneu se furou estupidamente numa tampa da EPAL, mal assente. Nesse raros dias, os toleramos porque precisamos deles.

O taxista é por definição um animal urbano enraivecido pelos peões indisciplinados, pelos sinais sempre fechados, pelos sentidos proibidos que passam a vida a ser mudados, pelos clientes que nunca têm trocados, mas sobretudo pelos outros automobilistas que eles consideram uns asnos acabados. E como todos os ódios cultivados, este também não deixa de ser reciproco.
Mas a principal razão que nos faz odiar estes homens, além do seu aspecto pouco lavado e digno: unha do dedo mindinho comprida, cabelo oleoso, barriga proeminente e umbigo atrevido e peludo, cotovelo de fora e bronzeado à bimbo, é, em primeiro lugar o facto de eles serem muitos. Não é só a sua maneira arrogante de conduzir, atravessando-se nas nossas barbas como se a direita estivesse sempre do lado deles, ocupando duas faixas ou parando ostentivamente no eixo da via (como dizem os instrutores), quando dois metros à frente há uma paragem de autocarro onde podiam ter encostado para nos deixarem passar, etc, etc, etc...
Tudo isso é mau, mas não é o pior. O pior é que eles são muitos e estão em toda a parte. Porque além de serem aos milhares, estão bem organizados e têm noção de classe. Não são um sindicato, são uma máfia.

Os taxistas, no fundo, são como as abelhas, com todos os defeitos destes voadores e sem nenhuma das suas qualidades: chateiam em separado, mas em conjunto podem matar.

Os ditos guerrilheiros urbanos, à custa de passarem entre 10 a 12 horas enjaulados no habitáculo (como dizem os anuncios de automoveis) ficam em tudo semelhantes aos gorilas do zoo, destruidos pela falta de liberdade, reduzidos a peças vivas de exposição. Tal como estes primatas, o taxista, ser primário e espontâneo balanceia-se dentro da sua jaula, gesticulando e grunhindo contra o mundo inteiro que, lá fora vai circulando em liberdade."

200002.jpg

Extracto da crónica de Margarida Rebelo Pinto, “ Os gloriosos malucos das máquinas motoras”

escrito por Ritisabel às 22:26

link do post | deixem as vossas pegadas | favorito
|
8 comentários:
De Anónimo a 2 de Agosto de 2005 às 09:25
Pois...é Lisboa o ano todo e Quarteira no mês de Agosto...

BjksClitie
(http://vidaemonologo.blog.pt)
(mailto:carla_faleiro@hotmail.com)
De Anónimo a 1 de Agosto de 2005 às 23:53
VENHO CONVIDAR-TE SE QUERES COMPARECER NAS MINHAS POESIAS, PORQUE A HOMENAGEM QUE ESTOU PRESTANDO TB É PARA TI, BOA SEMANA, ZEZINHOZEZINHO
(http://zezinhomota.blogs.sapo.pt)
(mailto:zezinhomota@sapo.pt)
De Anónimo a 1 de Agosto de 2005 às 23:34
Rita...mais um obrigado pelo comentário...a história acabou há mais de 3 anos...mas ainda não me livrei dela, quem sabe um dia....beijokasMoonlight
(http://moonlight.blog.pt)
(mailto:dadias2003@hotmail.com)
De Anónimo a 1 de Agosto de 2005 às 22:56
Não gosto da escrita desta senhora, mas costumo gostar das suas crónicas... talvez me tenhas convencido ;)AnaBond
(http://anabond.blogspot.com)
(mailto:)
De Anónimo a 1 de Agosto de 2005 às 14:45
Ahahahah!!!!!!
Acho que essa Margarida não vai conseguir apanhar táxis tão cedo!!!
Beijocas
~º(",)º~
FernandaFernanda Carvalho
(http://www.o-vento-debaixo-das-minhas-asas.blogspot.com/)
(mailto:falexcarvalho@yahoo.com)
De Anónimo a 1 de Agosto de 2005 às 11:44
PDivulg, só te posso dizer ao fim do dia pois é quando estou no pc.Ritisabel
(http://pegadasnaareia.blogs.sapo.pt)
(mailto:ritalexandre@hotmail.com)
De Anónimo a 1 de Agosto de 2005 às 10:56
Depois diz-me se já da para ver. Obrigado!PDivulg
(http://lacosazuis.blogs.sapo.pt)
(mailto:pdivulg@sapo.pt)
De Anónimo a 1 de Agosto de 2005 às 09:22
A primeira frase já diz tudo não é?sol13
(http://sol13.blogs.sapo.pt)
(mailto:sfiao@iol.pt)

Comentar post

.mais sobre mim

e-mail:
ritalexandre@hotmail.com
A LOJA...

Para encomendas: seilademilcores@yahoo.com

.Janeiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Pegadas Frescas

. MUDANÇA...

. FOI LINDO!

. EU VOU, EU VOU...

. E A SAGA CONTINUA...

. A MARAVILHOSA MAQUINA DE ...

. ...

. CABEÇA NO AR...

. PÂNICO...

. DE TI PARA MIM... OU DE M...

. MUDANÇAS

.Pegadas Passadas

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

.Pegadas Favoritas

. CHEIROS...

. E TUDO E TUDO E TUDO

. ADEUS AMIGO...

. DE COR...

. UMA LÁGRIMA ROLA...

. TEMPO...

. OS OLHOS DIZEM TUDO...

. O TEU RISO

. AGRADECIMENTOS...

. RENASCER...

.Outras Pegadas

blogs SAPO

.subscrever feeds