De Anónimo a 15 de Dezembro de 2005 às 19:31
Lindo poema
Realamente as lágrimas ás vezes correm, correm sem as conseguirmos deter...às vezes alivia a dor outras vezes dá cor à alefria.
Gosto muito do teu blog
pensadora
pensadora
(http://pensadora2.blogs.sapo.pt/)
(mailto:pcap37@hotmail.com)
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.